Atlas das Viagens e dos Exploradores, Isabel Minhós Martins & Bernardo P. Carvalho

Planeta Tangerina


£22.50




Álbum ilustrado, sobre as viagens de monges, naturalistas e outros viajantes de todos os tempos e lugares, escrito em português (Portugal), com texto de Isabel Minhós Martins e ilustrações de Bernardo P. Carvalho. Planeta Tangerina, 2018, capa dura, 24 x 30 cm, 140 páginas.

Há poucos séculos, não conhecíamos os limites do planeta e muitas áreas do mundo continuavam isoladas, sem ligação umas com as outras.
Desconhecíamos não apenas as terras e as espécies que existiam noutras regiões, mas também as outras pessoas e as suas culturas.
Para sabermos o que era o mundo, tivemos de nos fazer ao caminho: de burro, de camelo, de barco ou a pé, saímos de casa rumo ao desconhecido e regressámos com as novidades espantosas de outros lugares.

As viagens de monges, botânicos, comerciantes, marinheiros ou artistas deram contributos importantes para conhecermos melhor o planeta e sabermos da existência uns dos outros. Estes viajantes —  de todos os tempos e lugares —  são as personagens principais deste livro, onde não faltam mapas e muitas, muitas aventuras.

Prémios e menções:

Vencedor – Prémio “Non Fiction”, atribuído pela Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha 2019

Aconselhado — Plano Nacional de Leitura

Selecionado — “100 Outstanding Picturebooks” (dPICTUS), Feira do Livro de Frankfurt (2018, 2019, 2020)

Faixa etária: 9+

Apreciação:

O carácter informativo do atlas alimenta um discurso sempre muito desafiante pelas perguntas e interpelações reflexivas.
PNL 2027, novembro 2018

Mais um livro essencial para a pequenada que, nesta era onde tudo se conhece antes da partida, recupera o sentimento primário e a ânsia da viagem. Se não for o livro infantil do ano vai andar lá perto.
Pedro Miguel Silva, Deus me livro, novembro 2018

Há uma falha no mercado editorial português de livros informativos com perspetivas frescas do ponto de vista do tema, do discurso e da sua conceção gráfica como objeto artístico. Livros informativos que surpreendam e valorizem a não ficção. Este recente álbum ilustrado do Planeta Tangerina cumpre os três critérios  (…).

(Este livro) deixa ao leitor muito mais curiosidade do que antes de ser aberto. Como acontece com quem viaja.
Andreia Brites, Revista Blimunda, junho 2018

Este atlas tem mapas lindos, pois (mais pinturas a cores e desenhos a preto e branco do outro mundo), mas tem principalmente histórias de coragem e de visão.
Blog Prateleira de Baixo, 02/05/2018

Uma vez aberto, caros leitores, esqueçam lá essas coisas de internet, goole maps e quejandos. Ninguém vai querer sair daqui sem fazer as viagens todas, guiando-se pelos vários mapas que encontra, e sem percorrer as rotas, uma a uma…da primeira à última página. (…) As histórias destas vidas e viagens são absolutamente fascinantes. E aprendemos tanto
Hipopómatos na Lua, maio 2018

Atlas das Viagens e dos Exploradores vive tanto dos conteúdos pertinentes como das ilustrações feitas a partir de tinta-da-china. Pessoas, lugares e mapas surgem retratados a preto e branco, com uma dinâmica que complementa na perfeição as histórias que vão sendo narradas
Revista Estante, 20/04/2018

Um compêndio de história e de histórias, mas é sobretudo uma ode à curiosidade, à vontade de encontrar o outro, de lhe conhecer a casa, os hábitos e as manias. (…) Não será de estranhar que os leitores deste atlas fiquem irremediavelmente contagiados por esta vontade de sair e conhecer o que está ali adiante, a dois passos ou a dois dias de viagem.
Sara Figueiredo Costa, Revista Parágrafo, 20/04/2018

--

Picture book about the travels of monks, naturalists, and other travelers from all times and places, written in Portuguese (Portugal), text by Isabel Minhós Martins and illustrations by Bernardo P. Carvalho. Planeta Tangerina, 2018, hardcover, 24 x 30 cm, 140 pages.

A few centuries ago, we didn’t know the limits of our planet and many areas of the world remained isolated, with no connection between each other.
We didn’t know of the places and species that existed in other regions, neither of their peoples and cultures.

In order to find out what was this world we lived in, we had to hit the road. Riding a donkey or a camel, sailing a boat or by foot – we left our homes to look for the unknown, and came back with the extraordinary novelties from other places.

The travels of monks, botanists, traders, sailors, or artists gave important contributions to our knowledge of the planet, and to our awareness of the existence of each other. These travelers — from all times and places — are the main characters of this book, where there will be plenty of maps and many, many adventures.

Awards:

Winner – Category Non Fiction, BolognaRagazzi Awards, by the Bologna Children’s Book Fair (2019)

Recommended — Portuguese National Reading Plan

Selected — “100 Outstanding Picturebooks” (dPICTUS), Frankfurt Book Fair (2018, 2019, 2020)

Age group: 9+

Praise:

The profiles humanize the historical figures, revealing the circumstances of each person’s life, the motivation for their quests—not just business interests and religious demands, but also the eternal human desire to face the unknown. The freedom and courage of the travelers are masterfully interpreted by the versatility and incredibly wide range of techniques and vision of the artist Bernardo Carvalho.

BolognaRagazzi Awards, 2019

One more essential book for the youth, recalling the primary feeling and the eagerness to travel, in this era when you know everything before the departure. If it isn’t the best children’s book of the year, it must be close.

Pedro Miguel Silva, Deus me livro, November 2018

This atlas has beautiful maps, yes (or shall we say “coloured paintings and black and white drawings from another world”), but mainly it carries stories of courage and vision.

Blog Prateleira de Baixo, May 2018

An ode to curiosity, to the eagerness to find others, learn about their homes, their habits. (…) It’s not strange that the readers of this atlas will be influenced by this craving to go out and learn what’s beyond.

Sara Figueiredo Costa, Parágrafo magazine, 20/04/2018


Share this Product